quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Encerramento do Curso de iniciação de Catequistas

Hoje a paróquia de S. Romão do Neiva recebeu a presença de 37 catequistas do arciprestado de viana do Castelo, para o encerramento e entrega dos diplomas aos catequistas que concluiram o curso de iniciação. Este decorreu durante o mês de Novembro e Dezembro na paróquia da Meadela. A celebração contou com a presença do Bispo da Diocese, D. Anacleto Oliveira, aproveitando a Celebração liturgica do Baptismo do Senhor para exortar os catequistas a sentirem-se também eles filhos amados no qual Deus pôs toda a Complacência... a viveren a missaão de catequistas sem desanimar "não quebrando a cana fendida nem a deixar apagar a torcida que ainda fumega..." e a não desfalecer na luta pela justiça! D. Anacleto exortou os catequistas  a viverem a sua missão com alegria! Neste sentido, colaborarem com o pároco, os catequistas e a Igreja, no final da homilia, os catrequistas fizeram o seu compromisso.
Entre os catequistas presentes, três dos nossos catequistas fizeram o seu compromisso, a Rosalina, a Mariana e Carolina.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Epifania

Boletim Paroquial 152 - Suplemento Esta é a nossa fé 18



A liturgia deste domingo leva-nos à manifestação de Jesus como "a luz" que atrai a Si todos os povos da terra. Essa "luz" incarnou na nossa história, a fim de iluminar os caminhos dos homens com uma proposta de salvação/libertação.
 
A primeira leitura anuncia a chegada da luz salvadora de Jahwéh, que alegrará Jerusalém e que atrairá à cidade de Deus povos de todo o mundo.
No Evangelho, vemos a concretização dessa promessa: ao encontro de Jesus vêm os "Magos", atentos aos sinais da chegada do Messias, que O aceitam como "salvação de Deus" e O adoram. A salvação, rejeitada pelos habitantes de Jerusalém, torna-se agora uma oferta universal.
A segunda leitura apresenta o projecto salvador de Deus como uma realidade que vai atingir toda a humanidade, juntando judeus e pagãos numa mesma comunidade de irmãos - a comunidade de Jesus.

domingo, 30 de dezembro de 2012

Sagrada Família Jesus, Maria e José


Boletim Paroquial 251 - Natal e Suplemento  - Esta é a nossa fe



EU CREIO, SENHOR
Que Tu és família,
És Pai, és Filho e Espírito Santo,
És comunidade de Amor.
Eu creio, Senhor, mas aumenta a minha fé.

Eu creio no amor conjugal,
Na entrega total de duas vidas,
Na fidelidade ao amor provado em cada gesto,
Em cada batalha travada de mãos dadas.
Eu creio, Senhor, mas aumenta a minha fé.

 Eu creio na família,
Na alegria de quem se dá por amor,
Na felicidade de uma mesa partilhada.
Eu creio, Senhor, mas aumenta a minha fé.

 
Eu creio que a Igreja é família,
Que cada lar é terreno fértil de um mundo melhor,
Mais justo e fraterno.
Eu creio, Senhor, mas aumenta a minha fé.

Eu creio que cada família é verdadeiro presépio
Onde Tu, Emanuel, nasces para o mundo
E o inundas com a tua luz e a tua paz.
Eu creio, Senhor, mas aumenta a minha fé.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

III Domingo Advento

 
O tema deste 3º Domingo pode girar à volta da pergunta: “e nós, que devemos fazer?” Preparar o “caminho” por onde o Senhor vem significa questionar os nossos limites, o nosso egoísmo e comodismo e operar uma verdadeira transformação da nossa vida no sentido de Deus.
O Evangelho sugere três aspectos onde essa transformação é necessária: é preciso sair do nosso egoísmo e aprender a partilhar; é preciso quebrar os esquemas de exploração e de imoralidade e proceder com justiça; é preciso renunciar à violência e à prepotência e respeitar absolutamente a dignidade dos nossos irmãos. O Evangelho avisa-nos, ainda, que o cristão é “baptizado no Espírito”, recebe de Deus vida nova e tem de viver de acordo com essa dinâmica.
A primeira leitura sugere que, no início, no meio e no fim desse “caminho de conversão”, espera-nos o Deus que nos ama. O seu amor não só perdoa as nossas faltas, mas provoca a conversão, transforma-nos e renova-nos. Daí o convite à alegria: Deus está no meio de nós, ama-nos e, apesar de tudo, insiste em fazer caminho connosco.
A segunda leitura insiste nas atitudes correctas que devem marcar a vida de todos os que querem acolher o Senhor: alegria, bondade, oração.

domingo, 9 de dezembro de 2012

II Domingo do Advento

A força do amor de Deus

Boletim Paroquial 248 - Supl. Esta é a nossa fé - Advento 2
 
Que sublime e maravilhoso anúncio à cidade amada de Deus, «a esposa»! O anúncio de uma admirável mudança de situação. Jerusalém tinha visto os seus filhos partir para o exílio: voltarão, estão quase a voltar! Nada é «evidente»: é um anúncio dirigido à fé, à força da sua esperança. Nada evidente também para a Igreja, mas ela sabe: o seu Senhor está com ela. Nada evidente para cada um de nós, mas acreditamos: «Aquele que começou em vós tão boa obra há de levá-la a bom termo até ao dia de Cristo Jesus». Acreditamos apesar do nosso pecado e das dificuldades da vida. É a fé que nos permite entender o apelo: «Uma voz clama no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor’». É a fé na força do amor de Deus que prepara o caminho.